Notícias
Copa América 2019 – Análise do Grupo B 10 de junho de 2019 Rangel

Copa America

Copa América 2019 – Análise do Grupo B

A Copa América 2019 será a última edição da maior competição de Seleções da América do Sul que será realizada em anos impares. Daqui por diante, a competição acontecerá sempre em anos pares, sendo disputada de quatro em quatro anos. A edição da Copa América 2019 acontecerá novamente no Brasil após três décadas de espera. Vale ressaltar que o sistema de disputa será o mesmo dos últimos anos, mas também será a última vez que será disputado neste modelo – com dez Seleções do continente, com duas Seleções convidadas.

Nós do Apostas Online já criamos um guia de como apostar na Copa América 2019, já falamos sobre os grandes favoritos a conquista da Copa América 2019, também já tratamos sobre os melhores sites para se apostar na Copa América 2019, e em nosso último especial, iniciamos as análises completas, com o primeiro sendo analisado, o Grupo A. Abaixo, daremos sequência ao nosso especial, falando detalhadamente sobre as Seleções do Grupo B da Copa América 2019.

A Argentina quer cumprir o favoritismo. Odd para vencer o Grupo B: 1.72

A Argentina foi o país que mais sediou as edições da Copa América – foram nove edições realizadas em seu país. Isso ajuda um pouco a explicar a ótima quantidade de títulos conquistados pela Argentina nesta competição – das nove edições realizadas em casa, a Argentina conquistou seis delas. A Albiceleste conquistou quatorze títulos de Copa América, sendo a segunda Seleção que mais venceu esta competição. Mas os tempos são outros atualmente. Apesar de ter tido muitos elencos fortíssimos a seu dispor, a Argentina não conquistou a Copa América nos últimos vinte e seis anos – aliás, foi o último título que a Albiceleste conquistou entre os profissionais.

A Argentina vai confirmar o favoritismo no Grupo B?

Se a conquista não tem acontecido, a Argentina, ao menos, tem batido na trave. A Albiceleste foi vice-campeão nas últimas duas edições de Copa América – perdendo ambas as disputas nas penalidades máximas contra a Seleção do Chile. A última participação na Copa do Mundo foi um ponto fora da curva no que a Argentina estava a fazer. A mesma representou o fim do ciclo de muitos experientes jogadores, mas a Argentina segue sendo muito forte tecnicamente, ainda sob a batuta do craque Messi – que faz qualquer equipe subir de patamar. A cotação é alta para a sua vitória no Grupo B, mas a mesma é inteiramente ajustada.  A Argentina é favorita, mas pode não ser um grupo tão fácil.

A Colômbia sonha com o protagonismo. Odd para vencer o Grupo B: 2.50

A ótima geração colombiana que iniciou-se no fim da década de 80 e perdurou até a metade da década de 90, parecia pronta para conseguir a sua primeira vitória na Copa América – encantando o continente em muitas ocasiões. O curioso é que a primeira vitória do país na Copa América aconteceu justamente no fim do ciclo citado, quando a transição do seu plantel parecia ser longínqua. A sua conquista, curiosamente, também aconteceu na única edição que a Colômbia sediou de Copa América, em 2001.  Demorou um pouco mais de uma década para a Colômbia voltar ao patamar de competitividade a ponto de poder sonhar alto nas disputas participadas. Será que desta vez a Colômbia conseguirá apresentar mais?

A Colômbia pode vencer o Grupo B?

Olha, talvez a Colômbia esteja no seu patamar mais forte nos últimos tempos. Ok, alguns atletas de seu plantel já passaram do auge em suas carreiras, mas coletivamente, a equipe talvez esteja no seu ápice. O que faz com que a Colômbia possa sonhar um pouco mais é a mudança existente na comissão técnica para esta competição. A equipe ficou vários anos rendendo abaixo do que poderia, a meu ver, com graves problemas táticos – principalmente com a posse de bola no jogo ofensivo, onde deveria ser o seu ponto forte em campo. No ápice coletivo, renovada em esperanças, a Colômbia pode sonhar com a liderança, sim! Vale a aposta.

O Paraguai corre por fora em busca de sucesso. Odd para vencer o Grupo B: 9.00

A Copa América é concentrada em poucas Seleções. Uruguai, Argentina e Brasil conquistaram praticamente todos os títulos da competição. A Seleção do Paraguai, por exemplo, aparece na quarta colocação em títulos da Copa América, tendo conquistado somente duas vezes a competição. É curioso notar que o Paraguai também foi um dos países a ter realizado apenas uma edição da Copa América em seu país. Porém, ao contrário de outros países, o Paraguai não conseguiu ser bem-sucedido esportivamente em casa, se quer alcançando as semifinais da competição. Fora das últimas duas Copas do Mundo, o Paraguai tenta iniciar um novo ciclo querendo poder mais. Será que dá?

O Paraguai tem realmente chance de surpreender e vencer o Grupo B?

Olha, vou ser sincero. Eu acho bastante difícil. Mas o difícil para o possível, ao menos no continente Sul-Americano e em competições tão curtas como a Copa América, podem estar em uma linha muito tênue. Sim, reconheço que o momento do Paraguai é bastante complicado, mas se jogar duas partidas em seu máximo contra os favoritos do grupo e vencer quem deve vencer, porque não daria para sonhar? É importante para o Paraguai jogar sempre ao seu limite, voltando a ser capaz defensivamente, mas sendo efetivo com as idas ao ataque. Seria uma aposta muito arriscada, mas não é algo impossível.

O Qatar já aprontou em seu continente. Pode repetir? Odd para vencer o Grupo B: 41.00

O Qatar irá sediar a próxima Copa do Mundo. Imaginava-se que a Seleção do país, entre todos os países que já sediaram uma Copa do Mundo, poderia ser o mais frágil em campo a faze-lo. Sim, faria algum sentido. Apesar de mostrar evoluções, o Qatar nunca havia demonstrado nada de significativo esportivamente – além de uma ida ou outra as fases agudas da Copa da Ásia. Mas justamente na última edição da Copa da Ásia, o que parecia impossível, ocorreu. O Qatar fizera uma campanha perfeita, vencendo todos os jogos que disputou, tornando-se campeão asiático pela primeira vez em sua história. Para quem já surpreendeu em seu continente, porque não surpreender no continente alheio?

O Qatar é a maior zebra da Copa América, mas será que pode surpreender novamente?

Não vou falar impossível, ok? Mas assim, me parece algo inteiramente improvável de se ocorrer. Mas também devo ressaltar que não imagino que o Qatar esteja assim tão atrás de muitos times que disputarão a Copa América. Ninguém vence uma competição continental, cheio de Seleções habituadas a disputar a Copa do Mundo, a toa, né? E sabe como é o futebol, né? Todos que jogarem contra si, terão o peso da obrigatoriedade de conquistar o resultado positivo. Se combinar o máximo em seu sistema defensivo, contando com a pressão em cima de seus adversários, o Qatar pode sonhar. Mas não acredito que seja a aposta mais indicada a se fazer.