Notícias
Apostas esportivas, picks e cotações para o Brasil
UFC 256 10 de dezembro de 2020 Leonardo Rangel

Apostas UFC

Análise do Card Principal UFC 256 – Aposta e Prognóstico – 12/12/2020

O UFC 256, o último card numerado do ano, fará com que os brasileiros amantes do MMA fiquem na frente da televisão para acompanhar este excelente card principal – repleto de brasileiros no mesmo. Será, praticamente, um confronto entre Brasil contra o resto do mundo. Todas as cinco lutas do card principal do UFC 256 terão brasileiros contra estrangeiros. Na luta principal da noite, o melhor lutador brasileiro da atualidade e um dos grandes destaques do UFC, o campeão, Deiveson Figueiredo, o Deus da Guerra, colocará novamente o seu cinturão em jogo, desta vez diante de Brandon Moreno. No Coevento do UFC 256, outra espetacular luta é esperada. O ótimo, Tony Ferguson, enfrenta Charles Do Bronx. A primeira luta do evento é esperada para começar ás 20h30 de Brasília. O card principal tem previsão de começar ás 00h de Brasília. O Canal Combate, como sempre, transmitirá todas as lutas do evento.

Junior Cigano tenta evitar os riscos de demissão

Um dos grandes nomes do UFC mundial no começo da década, Cigano já não está em sua melhor forma há alguns anos. Mas pela falta de uma maior rotatividade na categoria dos pesados, Cigano segue sendo testado aos níveis mais altos – sem, talvez, ter condições para tal, atualmente. Cigano chega a esta luta vindo de três derrotas consecutivas – todas lutas de grande gabarito. Hoje, enfrentará um novato em ascensão. A quarta derrota consecutiva no cenário descrito, poderia colocar o RH em sua alça de mira. Ciryl Gane é um destes novatos que tentam oxigenar a categoria dos pesados do UFC. O mesmo tem apenas seis lutas profissionais no cartel – tendo vencido todas elas, diga-se. No UFC, fará a sua estreia em cards numerados. Ele também tenta provar mais do que os números nesta noite. Pode parecer bastante arriscado, mas se Cigano não ganhar hoje, começará a ficar difícil para o mesmo. A cotação de 4.00 para a sua vitória, dada pelas casas de apostas, tem o seu valor.

Kevin Holland busca a sua maior vitória na carreira neste UFC 256

Sem dúvidas, os números recentes de Kevin Holland tem sido ótimos. O mesmo chega a esta luta tendo conquistado quatro vitórias consecutivas em seus últimos combates. Mas sem dúvidas, o desafio de hoje é o mais esperado em sua carreira até o momento. Apesar do seu adversário estar veterano, ainda é um duríssimo desafio para si. Mas com mãos pesadas e empolgado por três nocautes conquistados em suas últimas quatro vitórias, Kevin Holland vem com a confiança ao máximo para uma grande atuação. Ronaldo Jacaré tem sido testado nos mais altos níveis há algum tempo. Mas a idade vai chegando para todos, não é mesmo? Apesar de se manter em um bom nível, Jacaré sofreu duas derrotas consecutivas em suas últimas lutas – três nos últimos quatro combates. A experiência está do lado de Jacaré, mas as mãos afiadas e a juventude me fazem crer que Holland possa confirmar o favoritismo dado a si pelas casas de apostas – com cotação de 1.80 – para conseguir a vitória neste duelo.

Renato Moicano tenta recuperar o tempo perdido

Ninguém duvida da qualidade de Renato Moicano. Mas a verdade é que, ao menos a nível de UFC, todas as vezes que foi preciso dar mais, Renato Moicano deixou a desejar. Renato Moicano vem sem conseguir confirmar um trecho que lhe direcione a olhar novamente para cima. Após duas derrotas consecutivas, Renato Moicano voltou a conseguir uma grande exibição em seu último duelo. O desafio de hoje é duro, mas é a oportunidade de Renato voltar a dar-se um pouco mais, voltando a mirar para o alto em sua carreira no UFC. Rafael Fiziev ainda é novato. Mas as duas vitórias consecutivas, com atuações consistentes, mas poucos empolgantes, serão uma barreira para o brasileiro ultrapassar. A luta de hoje é a maior de sua carreira. Chegou a hora de apresentar mais, também. Imagino uma luta bastante disputada. Mas a cotação de 2.30 para a vitória do brasileiro, Renato Moicano, não pode ser desprezada.

O Coevento do UFC 256 terá uma grande luta

Que grande luta é esperada neste Coevento do UFC 256. Um dos grandes nomes do MMA, Tony Ferguson, encara, possivelmente, quem está em melhor forma em sua categoria, o brasileiro Charles Do Bronx. O principal desafio de Tony Ferguson tem sido superar as contusões em sua carreira. E não tem sido fácil. Isso, a meu ver, impediu que o mesmo tivesse mais sorte, ficando algum tempo como campeão da categoria, por exemplo. O mesmo fora derrotado em sua última luta, quando tentava fazer do cinturão interino, linear – diante de Justin Gaethje. A luta de hoje vale, antes de tudo, para tentar mostrar que o seu tempo não passou, Pela frente, Tony Ferguson terá quem, possivelmente, está a ter a melhor forma em sua categoria, Do Bronx. O brasileiro vem de sete vitórias consecutivas, sendo a maioria delas contra caras do topo da categoria. A vitória diante de um dos melhores da atualidade, poderá dar a oportunidade de disputa de cinturão para Do Bronx. Não consigo dar o favoritismo a um dos lutadores aqui. Talvez, a melhor aposta seja em acreditar que a luta, no mínimo, chegará ao segundo round. A cotação para esta aposta é de 1.57.

Quem vai conseguir parar o Deus da Guerra?

Confiança é tudo. E talvez seja muito cedo para confirmar com absoluta certeza algumas coisas. Mas tem sido bastante gostoso ver o “deus da Guerra”, Deiveson Figueiredo, no octógono. A média de suas últimas performances, sem dúvidas, lhe coloca no topo junto com os principais lutadores da atualidade, fazendo com que a sua maiúscula conquista de cinturão seja inteiramente merecida. Mas são apenas cinco lutas neste altíssimo nível dentro do UFC. Mas será que alguém consegue parar o atual campeão, o Deus da Guerra? Devido a divisão ter pouca rotatividade, o adversário na disputa de cinturão do brasileiro será Brandon Vera. O mesmo ainda tem pouca rodagem no UFC. Sua última atuação foi muito boa, mas as anteriores, não foram tão chamativas. Respeito a luta pelo cinturão, mas acredito que pela confiança elevada, o brasileiro, Deiveson Figueiredo, ainda é o favorito absoluto nesta disputa. A cotação para a sua vitória é de 1.30.