Notícias
3 de junho de 2020 Leonardo Rangel

Apostas UFC

Análise do Card Principal do UFC 250 – 06/06/2020

O UFC foi o primeiro esporte a voltar com carga total após a fatídica pandemia do Covid-19 – que ainda não foi por inteira superada. Já tivemos cards com excelentes disputas. No último final de semana, Gilbert Durinho se credenciou a disputa de cinturão em sua categoria com uma excelente atuação.  Neste sábado, mais atletas brasileiros se colocarão em destaque em um evento numerado. O UFC 250 irá acontecer em Las Vegas e o Canal Combate, como sempre, irá transmitir todas as lutas do evento desde o Card preliminar. Abaixo, saiba um pouco mais sobre o evento e as principais lutas que acontecerão.

Teremos disputa de cinturão no UFC 250

O UFC 250 será mais um evento sem a presença de torcedores nas arquibancadas. Talvez, ainda demore algum tempo para que o público volte a acompanhar in loco as emoções de um esporte de qualidade. Neste sábado, teremos doze lutas. Cinco delas, acontecerão no Card principal. Nelas, as duas lutas de maiores destaques terão brasileiros em disputa. No Coevento principal da noite, Raphael Assunção tenta retornar a boa fase para não se ver em descrédito dentro da maior organização de lutas do mundo. Seu adversário, Cody Garbrandt, vive situação parecida. Na luta principal da noite, a maior lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes, defende um de seus cinturões diante de Felicia Spencer.

Sean O’Malley faz a maior luta de sua carreira

Ex-desafiante ao cinturão, o veterano Eddie Wineland não vive os seus melhores dias. Mas com mãos extremamente pesadas e muita experiência, Eddie Wineland não quer servir de escada para seu adversário. Sean O’Malley vem para a sua terceira luta no UFC, com os holofotes sobre si. O mesmo foi premiado em performances nas duas lutas que tivera. O mesmo ainda traz consigo invencibilidade na carreira nas onze lutas disputadas. Mas é a maior luta da carreira de Sean O’Malley. Será que o mesmo irá sentir a pressão? A cotação para a sua vitória é de apenas 1.20. Pode ser arriscado.

Encontro de estilos marca a segunda luta do Card principal do UFC 250

De modo algum dá para dizer que a fase de Neil Magny é ruim. Não é. O americano conquistou três vitórias nos últimos quatro combates. Mas em relação ao que já fizera no UFC – com lutas com constante premiações -, dá para dizer sim que existiu uma queda em suas performances. Neil Magny tenta apresentar mais. Seu oponente, Anthony Tony Rocco tem um estilo diferente, preferindo a luta agarrada como a sua principal arma. São cinco vitórias nas últimas seis lutas. Mas ainda falta aquela grande atuação… Combate duro. Mas ainda acredito que Neil Magny tem mais a oferecer. O favoritismo a si também dado pelas casas de apostas, com cotações de 1.66.

Qual dos lutadores manterá a mira no cinturão?

Uma luta de prospectos ao cinturão. A fase é ótima para ambos, em termos de resultados. Aljamain Sterling chega a este combate vindo de quatro vitórias consecutivas. De fato, falta uma grande atuação para si. O mesmo foca no round a roud, mas para sonhar mais alto, precisa estar disposto a demonstrar mais. Cinco lutas no UFC, cinco vitórias. Algumas delas contra lutadores rodados – a última vitória foi sobre Raphael Assunção, que lutará no Coevento nesta noite. As casas de apostas mostram um equilíbrio nas cotações. mas aqui, indico a vitória do azarão para as mesmas, Cory Sandhagen. A cotação para a sua vitória é de 2,00. Mas fazendo combates com diretrizes mais equilibradas e em excelente forma, vale acreditar em seu favoritismo.

Qual dos lutadores passará a ver o cinturão cada vez mais longe?

O Coevento deste UFC 250, colocará frente a frente antigos prospectos dentro do maior evento de lutas do mundo. Ambos ainda tem margem para voltarem a prateleira de destaque, sem dúvidas. Mas não podem se acostumar com os resultados ruins – que tem sido dominantes para ambos. Sempre que esteve na direção de lutar pelo cinturão, Raphael Assunção fraquejou. O mesmo parece ter perdido o tesão me suas últimas atuações. São duas derrotas consecutivas. Mas uma vitória diante um grande adversário como o desta noite, pode fazer com que a chama em si volte a ser acesa. O reinado de Cody Garbrandt durou apenas uma. O mesmo acumulou derrotas após a perda de título – já são três reveses consecutivos. Cody Garbrandt tem a áurea de campeão, mas precisa ter o queixo mais firme. Com um ano após o seu último revés – decepcionante, diga-se -, espera-se mais de si aqui. Ainda acredito que o ex-campeão, com a cabeça no lugar, possa merecer o favoritismo. A cotação para a vitória de Cody Garbrandt é de 1.66.

UFC 250 – Alguém vai parar a major lutadora de todos os tempos?

É possível parar Amanda Nunes? É claro que é. É luta, amigos. Um golpe pode mudar todo o cenário natural imaginado. Agora, reformulando a pergunta: você acredita que, no momento, alguém consiga tirar um dos cinturões de Amanda Nunes? A mesma impõe a seriedade que toda luta exige. Isso faz com que Amanda Nunes fique extremamente focada. estando ocada, seu talento, sobra. Felicia Spencer é uma lutadora perigosa. A sua única derrota na carreira foi para Cyborg. A mesma tem pouco a perder e muito a ganhar. Ir ao seu máximo, apostar em um jogo equilibrado, pode lhe levar ao maior marco de sua carreira. É difícil? Muito. Mas… Mas… Mas então, sim, acho muito difícil Amanda Nunes perder, por ora. A sua vitória é dada como certa, praticmente, pelas casas de apostas, com cotação de 1.16.

Grandes lutas marcam o UFC 250

Vai ser bom de acompanhar, hein? Tem encontro de estilos, tem disputa de cinturão, tem ex-campeão em ação… Para os tupiniquins, tem brasileiros nas duas principais lutas da noite. Tem tudo para ser um grande evento. Acompanhe tudo ao vivo no Canal Combate a partir das 19h com o Card preliminar e as 23h com o Card principal.