Notícias
16 de janeiro de 2012 Apostas Online

Notícias

Brasileiros são destaque no UFC 142 no Rio de Janeiro

Os lutadores brasileiros deram um show no UFC 142, realizado no Rio de Janeiro no sábado (14). José Aldo e Vitor Belfort, que protagonizaram os combates mais esperados da noite, venceram seus adversários ainda no primeiro round.

José Aldo x Chad Mendes

José Aldo venceu o americano Chad Mendes depois de ficar encurralado na grade do octógono. O americano estava levando vantagem ao deixar o brasileiro grudado na grade, mantendo a perna esquerda como base para não cair.

De repente, Aldo se desvencilhou da armadilha e deu uma joelhada em Mendes, que caiu no chão e foi socado. Com 4m59s, justo antes de terminar o primeiro round, a vitória por nocaute de Aldo foi declarada.

O brasileiro, dono do cinturão de peso pena, saiu correndo do octógono e “foi pra galera”; ele se jogou na plateia, e os seguranças se enfiaram no meio do público para resgatar o lutador. Os seguranças começaram a puxar José Aldo para o octógono, mas o lutador se desvencilhou e saiu correndo de novo, abraçando todo o mundo.

Quando voltou ao octógono, José Aldo colocou o cinturão e dedicou a vitória à sua mãe. Pela terceira vez, o campeão defendeu seu cinturão, e agora o lutador conta com 21 vitórias em 22 lutas.

Vitor Belfort x Anthony Johnson

O brasileiro Vitor Belfort também venceu no primeiro round. A disputa com Anthony Johnson foi marcada pela técnica do lutador em jiu-jítsu.
Aos 4m49s e preso por uma chave de perna, Johnson desistiu e bateu no chão. O público na Arena HSBC, onde foi realizado o evento, foi à loucura. Ao lado de sua mulher, Joana Prado, Belfort declarou que estava muito contente.

Depois, na coletiva de imprensa, lembrou de sua irmã, cuja foto estava pendurada no octógono durante a luta. A família Belfort vive uma tragédia desde 2004, quando a garota desapareceu.

Adversário do brasileiro, Johnson criou uma polêmica na semana passada ao sair da pesagem 5kg acima de limite. Belfort aceitou manter a luta, e, com isso, recebeu 20% da verba destinada ao americano.

Melhor golpe

Edson Junior Barboza protagonizou um dos golpes mais bonitos da noite: um chute na cara de Terry Etim aos 3m2s do terceiro round, que lhe garantiu a vitória e um prêmio de US$ 65 mil. O brasileiro está se invicto a 10 lutas.

Desclassificado

O capixaba Erick Silva foi desclassificado aos 0m29s por dar socos na nuca do também brasileiro Carlo Prater, que levou a disputa.

Resultados do card

Rousimar Palhares, o Toquinho, venceu Mike Massenzio aos 1m35s.
Thiago Tavares venceu o canadense Sam Stout; Gabriel “Napão” Gonzaga venceu Ednaldo “Lula” Oliveira; Yuri “Marajó” Alcântara derrotou o japonês Michihiro Omigawa; Mike Pyle desbaratou o brasileiro Ricardo Funch; e Felipe “Sertanejo” Arantes acabou com as chances de Antonio Carvalho .