Notícias
9 de janeiro de 2017 Leonardo Rangel

Copa São Paulo de Futebol Junior

Ponte Preta sub20 vs Penapolense sub20

Forma Ponte Preta sub20

Exceto por uma ou outra campanha mais positiva, a Ponte, ao menos em termos de resultados, nunca foi uma equipe que chamasse tanto a atenção nas categorias de base, mas com uma geração bastante talentosa e confiante, tem conseguido fazer com que tal rotina de poucos holofotes esteja a mudar. A Ponte passou com autoridade a esta fase atual, estando em crescente, mantendo-se invicto até então.

Chamou a atenção por demais o fato de ter conseguido render em forma extremamente excepcional nas duas extremidades ao longo da caminhada até então – não sofreu gols em nenhuma das três partidas que disputou, tendo marcado em uma média superior a três gols por duelo, com direito a uma goleada por incríveis 7×0 sobre o Atlético Alagoinhas no fechamento da primeira fase. Com máxima confiança, mais experiência e força de camisa, a Ponte acredita no que tem produzido para merecer o favoritismo aqui.

Forma Penapolense sub20

A se comparar, principalmente, ao que o rival veio a apresentar na primeira fase, a Penapolense está alguns passos atrás do mesmo. Porém, como não era um dos principais favoritos ao seu grupo, mesmo tendo vencido apenas uma única vez na competição, ter mantendo-se invicto foi o suficiente para fazer com que a equipe, ao fim das contas, surpreendesse para conseguir alcançar a fase seguinte.

A Penapolense adapta-se ao que o duelo sugere – consegue ser muito brigador, ter alguma presença ofensiva, lidando bem com o fato dos holofotes estarem nos rivais enfrentados. Contra si, de fato, a pouca experiência para os grandes jogos, mas tendo um elenco bastante brigador, não sentindo-se inteiramente com o rival a ser enfrentado – enxerga o mesmo em um patamar semelhante a alguns times que enfrentou na primeira fase -, a Penapolense acredita em seus recursos para seguir a surpreender.

Nossa Dica

A equipe da Penapolense é chata, já sabe que tem pouca coisa a perder, mas confia ser possível, assim como na primeira fase, de seguir a fazer história nesta competição. A Ponte tem crescido como um todo nesta categoria, fizera uma excepcional primeira fase, mas jogando com todas as responsabilidades sobre si, evitar a afobação diante um rival que soa como acessível, nem sempre é das tarefas mais acessíveis – principalmente quando o domínio e as vitórias não estão no seu DNA por completo. Sendo assim, creio que o favoritismo da Ponte precisa vir a ser acompanhada com uma proteção do DNB, mesmo que a odd venha a ficar mais baixa.