Notícias
5 de janeiro de 2017 Leonardo Rangel

Copa São Paulo de Futebol Junior

Mirassol sub20 vs Náutico sub20

Forma Mirassol sub20

Sem dúvidas, o Mirassol foi uma das grandes surpresas da última Copinha ao conseguir ir além dos limites imaginados por si, chegando a terceira fase da competição. se a campanha do passado estava na memória, certamente pode ter servido de impulso para si começar a nova edição da Copinha buscando surpreender da mesma forma – virando realidade ao fim das contas, diga-se -, já que com a mesma competitividade da última edição citada, o Mirassol conseguiu estrear neste ano vencendo o Tanabi pelo placar mínimo.

Ter se mantido resistente defensivamente, repetindo os padrões da última edição, mantendo-se preciso para quando as chances surgiam a seu favor, sem dúvidas, fizeram com que a sua confiança para fazer com que a equipe sinta-se tão capaz nesta edição de Copinha – podendo sonhar até em ir além do que apresentou no último ano -, embalando seus pensamentos. Poder aproveitar as dúvidas em cima do rival – que estreou decepcionando -, sendo ainda mais brigador em campo, é o principal caminho para o Mirassol buscar novos pontos, aproximando-se da classificação.

Forma Náutico sub20

O Náutico, nas edições desta competição recentes, quase sempre foi uma equipe decorativa, apesar de suas tradições – não conseguiu passar de fase nos últimos anos, tendo dificuldades até para conseguir vitórias contra alguns times que soavam como acessíveis. Ao que parece, tal ritmo decepcionante poderá vir a ser mantido nesta edição, já que na estreia a equipe acabou vindo a ser derrotada pelo Vila Nova de virada por 2×1.

O que mais magoou em sua estreia, a meu ver, foi o fato de ter deixado a vantagem escapar e ter cedido a vitória para o rival nos acréscimos. Sabendo que vir a conquistar os pontos totais nesta tarde é obrigatório, caso queira mudar o fluxo de suas campanhas anteriores, o Náutico precisará ser mais brigador, incisivo ofensivamente e dedicado por inteiro durante os noventa minutos. Lidar com a pressão pelo que apresentou na estreia e as dúvidas pelas campanhas nos anos anteriores, não será fácil para si, certamente.

Nossa Dica

Olha, confesso ser uma aposta arriscada, de fato, mas o Náutico, rotineiramente, deixa a desejar por esta competição, mostrou dificuldades para conseguir ser linear em sua estreia e terá pela frente um rival que reconhece seus limites, dedica-se ao extremo defensivamente e tem sido preciso quando as chances aparecem. Ao precisar se expor para se manter vivo, mesmo tendo mais força de camisa, creio que o Náutico acabará ficando mais vulnerável, permitindo o Mirassol ter chances de conseguir pontuar aqui, mantendo seu padrão de atuações e competitividade.