Notícias
2 de janeiro de 2017 Leonardo Rangel

Campeonato Inglês

AFC Bournemouth vs Arsenal

Forma Bournemouth

Duas atuações bem abaixo da média em reveses seguidos já estavam a fazer com que o clima de desconfiança se fizesse presente em cima do Bournemouth – com ameaça de sair da primeira página da tabela de classificação, inclusive. Porém, respondendo as dúvidas de forma imediata, uma dominante grande atuação contra o lanterna da competição, Swansea, em triunfo por 3×0, fizera com que o alívio existisse.

O Bournemouth sabe que o desafio a se enfrentar nesta tarde é dos mais complicados, de fato, mas ao ter conseguido retornar ao caminho das vitórias, voltado a fazer com que o seu sistema defensivo fosse um diferencial em suas ações, ainda tendo domínio em suas apresentações caseiras e sabendo que todas as responsabilidades estarão nas costas do rival, com muita dedicação, o Bournemouth acredita ser possível surpreender aqui.

O técnico Eddie Howe não poderá contar com Jack Wilshere, por pertencer ao rival. Marc Pugh, com uma pequena contusão, é dúvida para o duelo.

Forma Arsenal

Duas derrotas consecutivas também estavam a fazer com que as pressões do início da época – com o descontentamento pela permanência de Arsene Wenger a frente do clube – retornassem com força. Porém, seguindo a sua rotina de responder dúvidas de maneira rápida, o Arsenal emplacou novas duas vitórias seguidas, voltando a estar na terceira colocação da Premier League.

Além do volume de jogo imposto – principalmente no segundo triunfo -, o que mais chamou a atenção e multiplicou a sua confiança, sem dúvidas, foi a confiança aplicada em sua parte defensiva ao longo destes jogos – não sofreu gols em ambos os duelos. Suas duas derrotas recentes, de fato, aconteceram longe de seu lar, mas os números como visitante a seu favor ainda são impulsionadores pelo domínio rotineiro imposto – venceu metade dos últimos seis duelos – e estando novamente confiante após as vitórias consecutivas em suas últimas aparições, sente-se capaz de mostrar-se forte novamente nesta tarde.

O técnico Arsene Wenger não contará com Mesut Ozil, gripado, Mohamed Elneny, a serviço de sua seleção nacional, Theo Walcott e Kieran Gibbs, lesionados.

Nossa Dica

O time mandante é ousado, consegue ser mais capaz em seu lar e jogando com menos responsabilidades, enxerga chances de surpreender. O Arsenal é o favorito para o duelo, mas terá em condição física mais deficiente que o rival, podendo ter um pouco a mais de dificuldades aqui. Pela forma de atuar das duas equipes, pelas brechas físicas que poderão proporcionar mais ênfase para se defender nos dois lados, vejo chances de alguns gols virem a acontecer neste duelo.