Notícias
Apostas esportivas, picks e cotações para o Brasil
13 de março de 2017 Leonardo Rangel

Campeonato Argentino

Colón vs Olimpo

Forma Colón

O Colón iniciará o ano esperando que a reta final de 2016, em definitivo, tenha ficado para trás e não lhe perturbe. A equipe começou a nova temporada argentina em um ritmo interessante, disputando as primeiras colocações, mas perdeu rendimento na reta final do último semestre, recriando preocupações com a temida zona de rebaixamento em sua média de pontos – ainda está na metade da tabela de classificação nesta temporada, diga-se.

A equipe iniciará o ano com um novo treinador – apostou na chegada do técnico Eduardo Domínguez para fazer com que uma nova competitividade volte a existir. Nos amistosos preparatórios, muita luta emplacada, dedicação para fazer com que nada que não lhe agrade passe batido. Esperando que o fator casa ainda possa fazer a diferença para si – tem números de algum domínio por lá -, confiando na entrega deixada em campo, o Colón joga para se reencontrar.

O técnico Eduardo Domínguez não contará com Lucas Ceballos e Guillermo Ortíz, suspensos.

Forma Olímpo

Situação delicada. O Olímpo, além de estar atrás do seu adversário na tabela geral de classificação, ainda trás consigo um peso extra de também estar próximo na média de pontos a temida zona de rebaixamento, onde a campanha deste ano – somente cinco posições a frente do último colocado – contribui por demais para deixar o clima negativo no ar.

As atuações bastante irregulares nas últimas partidas antes das férias no país, fazia com que a insegurança reinasse, já que a mudança de performances – até em fazer com que alguma de suas extremidades aparecessem – era controversa. O fato de, rotineiramente, ser uma equipe melhor em campo para quando as responsabilidades não estão sobre si – nos jogos como visitante, por exemplo, de forma impressionante, somou pontos em cinco das últimas seis aparições – serve de alguma esperança para hoje, certamente.

O técnico Mario Sciaqua não poderá contar com Juan Quiroga, lesionado.

Nossa Dica

Estes jogos de volta do campeonato argentino, ainda mais entre times intermediários e com confusões sobre si, estão bem difíceis de serem analisados. A proposta das duas equipes, rotineiramente, costumam ir na mesma direção – quase sempre buscando o jogo mais centrado, decidido nos detalhes. Como o risco de rebaixamento existe para ambos os lados, com a preparação física é a melhor possível, imagino um jogo ainda mais intenso, bem brigado, com poucos gols vindo a acontecer.